Assuntos

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

JOGO 4997

PARTIDA NUM.: 4997
COMPETIÇÃO: Copa do Nordeste (Primeira Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 3 X 0 Altos (PI)
DATA: Quinta-feira, 02 de março de 2017
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Claudionor dos Santos Junior (SE)
AUXILIARES: Ailton Farias da Silva (SE) e Wendel  Augusto Lino de Jesus Melo (SE)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Armero e Tiago (Bah), e Manoel (Alt)
RENDA: R$ 92.993,00 
PÚBLICO: 6.564 pagantes e 6.720 de público total (156 não pagantes).
GOLS: Hernane, Regis e João Paulo (Bah)
BAHIA: 
Jean, Éder, Tiago (Lucas Fonseca), Jackson e Armero; Edson, Juninho e Régis; Zé Rafael (Matheus Sales), Diego Rosa (João Paulo) e Hernane.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
ALTOS: Rodrigo Carvalho; Chiquinho, Vitor Bafana, Marcelo e Tiaguinho (Patric Calmon); Dos Santos, Nonato (Vagner),  Marconi e Esquerdinha; Manoel e Joelson (Uilliam).
TREINADOR: Ruy Scarpino.

OBSERVAÇÃO: Quarto jogo do Bahia na Copa do Nordeste de 2017. O Tricolor Baiano bateu o Altos-PI por 3 a 0 na Fonte Nova, em Salvador, pela quarta rodada do Grupo B da Copa do Nordeste e assim reassumiu a liderança da chave.

A vitória baiana levou o Bahia aos oito pontos, dois a mais do que o Fortaleza, que empatou com o Moto Club na rodada e ficou em segundo lugar no grupo. Com a derrota o Altos terminou a rodada em terceiro lugar com três pontos, enquanto o Moto Club fechou a chave em ultimo lugar com dois pontos.

O JOGO

Empurrado por sua torcida, o Bahia começou a partida buscando uma pressão, mas o Altos conseguiu se segurar nos primeiros minutos. Com o atacante Hernane em noite pouco inspirada, as poucas chances que o time da casa criou foram desperdiçadas, o que deixou a torcida apreensiva.

Aos poucos, o ritmo do jogo foi caindo e os visitantes tentaram equilibras as ações. O Bahia seguiu melhor até o final da primeira etapa, explorado principalmente as bolas paradas com levantamentos para a área, mas não conseguiu tirar o zero do placar.

SEGUNDO TEMPO

Após o intervalo, o Bahia voltou com a mesma postura do início do jogo e dessa vez a blitz surtiu efeito. Aos quatro minutos, Armero fez jogada pela esquerda Diego Rosa finalizou, o goleiro Rodrigo defendeu com o pé e Hernane pegou o rebote para desencantar. Com pouco espaço, o Brocador dominou, cortou o zagueiro e bateu para o fundo do gol.

Não demorou e Régis, aos 18 minutos, ampliou para o Bahia após boa bola de João Paulo. Mas a vitória não estava garantida já que no minuto seguinte Manoel foi derrubado dentro da área em lance polêmico e o árbitro marcou pênalti para o Altos.

O próprio Manoel bateu, mas brilhou a estrela do goleiro Jean que defendeu não apenas a cobrança, mas também o rebote para evitar que o time visitante encostasse no placar.

Para garantir a vitória, João Paulo aproveitou saída de bola errada da defesa do Altos e marcou o terceiro do Bahia aos 36 minutos, dando números finais à vitória. BAHIA 3 X 0 ALTOS-PI.

VÍDEO:

FOTOS:

JOGO 4996

PARTIDA NUM.: 4996
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Primeira Fase)



JOGO: Bahia 1 X 1 Fluminense de Feira (BA)
DATA: Quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017
LOCAL:  Feira de Santana-BA
ESTÁDIO:  Alberto Oliveira (Joia da Princesa)
JUIZ: Diego Pombo Lopez (BA)
AUXILIARES: Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA) e Cláudio Antônio Dias Aragão (BA)
EXPULSÃO: Eduardo (Flu)
C. AMARELO: Matheus Sales (Bah) e Guto, Rafhael, Jorge Wagner (Flu)
RENDA: 
PÚBLICO: 
GOLS: Eder (Bah) e Rogério (Flu)
BAHIA: Anderson; Éder, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Matheus Sales, Juninho, Renato Cajá (Marco Antônio) e Diego Rosa (Mário); Zé Rafael (Kaynan) e Gustavo.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
FLUMINENSE: Jair; Jarbas, Igor Maranhão (Rafhael), Eduardo e Deca; Alexandre (Alessandro Azevedo), Guto (Rogério); Jorge Wagner e Fernando Sobral; Luiz Paulo e Janeudo.
TREINADOR: Arnaldo Lira

OBSERVAÇÃO: Quinto jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2017. O duelo de invictos foi realizado com emoção até o fim do jogo e ao final o Bahia e Fluminense de Feira empataram em 1 a 1, pelo Baianão, no estádio Jóia da Princesa. O Tricolor da capital abriu o placar no primeiro tempo, teve um jogador a mais durante quase toda a segunda etapa, mas sofreu o empate aos 50 minutos, no “apagar das luzes”. Éder marcou para o Bahia, enquanto Rogério descontou para o tricolor do interior.

O técnico Guto Ferreira optou por mesclar reservas e titulares, já pensando na partida do próximo sábado (25), contra o Paraná, pela Copa do Brasil. Ao final da partida, o treinador invadiu o gramado para reclamar da arbitragem. Guto não concordou com os minutos de acréscimo concedidos pelo árbitro Diego Pombo.  Com o empate, ambas as equipes seguem sem perder no estadual. 

O JOGO

Aos 5 minutos, Juninho cobra falta na área e Gustavo desvia para o gol. Diego Pombo assina impedimento do atacante anulando o gol. 

Aos 9, Éder faz boa jogada pela direita e cruza para Gustavo, que finaliza sem perigo, para defesa tranqüila do goleiro Jair.  Renato Cajá cobra falta com perigo. A bola passa raspando o travessão. 

Aos 12, Deca cruza na área e Janeudo consegue finalizar de carrinho. A bola passa muito perto da meta do goleiro Anderson.

Aos 16 minutos, Luiz Paulo faz boa jogada pela esquerda e cruza rasteiro para pequena área. Jorge Wagner desvia e a bola chega a beijar a trave antes de sair pela linha de fundo.

Aos 25, Fernando acerta bom passe para Janeudo na entrada da área. O atacante chuta de primeira, assustando o goleiro do Tricolor.

Aos 30, Juninho cobra falta na área do Fluminense. Éder chuta duas vezes para acertar o canto do goleiro Jair. FLUMINENSE DE FEIRA 0 X 1 BAHIA

Aos 37, Bahia arma contra-ataque com três jogadores contra dois do Flu. Renato Cajá toca para Diego Rosa com muita força. Jair consegue chegar primeiro na bola.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo mal começou e com apenas 2 minutos, Eduardo levanta demais a perna e atinge o rosto de Juninho Capixaba, obrigando o juiz Diego Pombo aplicar o cartão vermelho direto. 

Aos 19, Deca rouba a bola, tabela com Luiz Paulo e toca para o gol. Árbitro marca impedimento. 

Aos 21, Mário recebe passe de Juninho, corta marcador e chuta no canto. A bola passa raspando a trave esquerda do gol de Jair. 

Aos 29 o atacante Mário do Bahia recebe passe na entrada da área do Flu e bate firme no canto. Jair se estica e consegue fazer a defesa. Aos 43, Fernando arrisca de longe, sem perigo para meta do goleiro Anderson.

Após bola levantada na área, a bola sobra para Rogério que marca de cabeça empatando a partida e dando números finais ao jogo. FLUMINENSE DE FEIRA 1 X 1 BAHIA.

VÍDEO:

FOTOS:

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

JOGO 4995

PARTIDA NUM.: 4995
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Primeira Fase)



JOGO: Bahia 2 X 1 Juazeirense (BA)
DATA: Domingo, 19 de fevereiro de 2017
LOCAL:  Salvador-BA
ESTÁDIO:  Roberto Santos (Pituaçu)
JUIZ: Johnn Herbert Alves Bispo (BA)
AUXILIARES: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Carlos Eduardo Bregalda Gussen(BA)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Rodrigo Becão (Bah) e Emerson e Ricardo Braz (Jua)
RENDA: R$ 36.444,50
PÚBLICO: 4.106 pagantes
GOLS: Gustavo e Mário (Bah) e Nem (Jua)
BAHIA: Anderson; Éder, Lucas Fonseca, Rodrigo Becão e Juninho Capixaba; Matheus Sales, Juninho e Renato Cajá (Mário); Régis (Marco Antônio), Kaynan (Zé Rafael) e Gustavo.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
JUAZEIRENSE:  Tigre; Nem, Ricardo Braz, Emerson e Elton Lira; Waguinho, Patrik, Everlan e Diego Ceará (Rodrigo Rodrigues); Robert (Danillo Bala) e Sassá (Emerson).
TREINADOR: Paulo Sales

OBSERVAÇÃO: Quarto jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2017. Em um primeiro tempo disputado praticamente em um só lado do campo de Pituaçu. O Juazeirense armou um sistema defensivo bem eficiente e dificultou a criação de jogadas do Bahia, que só conseguiu criar perigo quando recorreu aos longos lançamentos.

Por outro lado, a zaga tricolor não teve muito trabalho. Enquanto isso, o ataque sofreu para se aproximar da área. Com tamanha dificuldade, o primeiro gol saiu somente aos 45 minutos em uma jogada de bola parada, quando Gustavo aproveitou a assistência de Régis.

No segundo tempo, o Juazeirense diminuiu em cobrança de pênalti do lateral Nem. Ao final da segunda etapa, Mário balança as redes e garante o resultado para o Bahia. Bahia 2x1 Juazeirense.

O JOGO

O primeiro tempo foi de muito sol e calor, e o Bahia não fez um bom jogo. A primeira oportunidade foi aos 7 minutos. Renato Cajá recebe um belo passe de Éder, entra na área, mas erra o passe para Régis. Tricolor desperdiça mais uma grande chance.

Aos 23, o Bahia chega mais uma vez com perigo. Juninho dá um forte chute de fora da área, após tabela no ataque com Gustavo, mas Tigre defende sem problema.

Aos 31, o Tricolor teve outra grande chance com Gustavo. Renato Cajá dá um longo lançamento para Régis, que entra sozinho na área, mas não bate para o gol. O meia tenta o passe para Gustavo, mas pega mal e é tiro de meta para o Juazeirense.

Aos 45, na cobrança da falta, Régis levanta com precisão para o atacante Gustavo subir sozinho dentro da área e mandar para o fundo das redes. BAHIA 1 X 0.

SEGUNDO TEMPO

Aos 5 do segundo tempo, o Juazeirense reage. O lateral Nem cobra o pênalti e bate forte o canto direito de Anderson. O goleiro até se esticou para tentar defender, mas não impediu o primeiro gol sofrido pelo tricolor em jogo oficiail. BAHIA 1 X 1 JUAZEIRENSE

Já aos 22, o Juazeirense chegou com perigo. Nem dá um bom passe para Rodrigo Rodrigues, que bate cruzado e assusta o goleiro Anderson.

Aos 27, Zé Rafael levanta a bola para Régis, dentro da área. Atacante domina a bola com o ombro, mas o árbitro diz que foi mão e marca falta. Tricolor tinha uma boa chance no ataque.

Aos 37, em mais uma cobrança de falta, Juninho manda no meio da área para Mário bater forte e recolocar o Tricolor na frente do placar. BAHIA 2 X 1 JUAZEIRENSE.

VÍDEO:

FOTOS:

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

JOGO 4994

PARTIDA NUM.: 4994
COMPETIÇÃO: Copa do Brasil (Primeira Fase)



JOGO: Bahia 2 X 0 Sergipe (SE)
DATA: Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017
LOCAL:  Aracaju-SE
ESTÁDIO: Lourival Baptista (Arena Batistão)
JUIZ: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
AUXILIARES: Silbert Faria Sisquim (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Tiago, Renê Júnior e Jean (Bah) e Vicente, Cajano e Ferreira (Ser)
RENDA: R$ 184.000,00
PÚBLICO: 5.974 pagantes
GOLS: Regis e Diego Rosa (Bah)
BAHIA: Jean, Eduardo, Tiago, Jackson e Armero; Renê Júnior, Edson e Régis (Juninho); Diego Rosa (Kaynan), Zé Rafael (Mário) e Hernane.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
SERGIPE: Ferreira, Sorriso (Davi Ceará), Jonas, Carlos Alexandre e Vicente; Gil Baiano (Fabiano Tanque), Ramalho, Welton e Wallace; Cajano (Quirino) e Hiago.
TREINADOR: Betinho

OBSERVAÇÃO: Primeiro jogo do Bahia na Copa do Brasil de 2017. Após um primeiro tempo ruim, onde foi dominado pelo adversário, o Bahia se recuperou na segunda etapa, ditou as ações e venceu o Sergipe por 2 a 0, no Batistão, em Aracajú (SE). Régis e Diego Rosa marcaram os gols do triunfo que levou o Tricolor à segunda fase da Copa do Brasil.

Classificado, e ainda sem levar gols em jogos oficiais na temporada, o time baiano agora terá pela frente o Paraná na segunda fase. O duelo único acontecerá no dia 25 de fevereiro, em Curitiba. Um empate, desta vez, leva a decisão para os pênaltis.

O JOGO

O primeiro tempo foi de certo equilíbrio entre as equipes, mas os donos da casa criaram as melhores chances.  A primeira oportunidade foi aos 19 minutos. Após cruzamento na área, Wallace pernambucano cabeceou livre da pequena área e Jean fez bela defesa para evitar o gol.

Aos 27, o Bahia respondeu. Após lançamento de falta de Armero, a bola sobrou para Régis, livre. Mas, o meia pegou mal na bola e mandou para fora.

Aos 31, o Sergipe teve outra grande chance com Wallace Pernambucano. Novamente de cabeça, o atacante desta vez tentou pegar Jean no contrapé e a bola passou muito perto da trave.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo começou com o Sergipe pressionando. Logo aos três minutos, Hiago recebeu livre na área, tentou o chute, a bola desviou em Jean e, antes de morrer nas redes, Jackson cortou para escanteio.

Mas, a resposta do Tricolor foi certeira. Aos oito minutos após passe de Renê Junior, Hernane fez corta luz e a bola sobrou para Régis dominar, passar um adversário e chutar forte no canto para abrir o placar.

Já aos 23, o Esquadrão fez o segundo. Hernane recebeu lançamento livre na área, tentou o toque, mas Ferreira fez a defesa. Porém, no rebote, Diego Rosa só teve o trabalho de mandar para as redes.

No último minuto de jogo, Hernane foi derrubado na área ao tentar driblar o goleiro e o árbitro marcou pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança, mas parou em Ferreira, que fez a defesa e evitou o terceiro do tricolor. Final Sergipe 0 X 2 Bahia.

VÍDEO:

FOTOS:

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

JOGO 4993

PARTIDA NUM.: 4993
COMPETIÇÃO: Copa do Nordeste (Primeira Fase - Jogo de Ida)



JOGO: Bahia 0 X 0 Altos (PI)
DATA: Domingo, 12 de fevereiro de 2017
LOCAL: Teresina-PI
ESTÁDIO: Municipal Lindolfo Monteiro (Lidolfinho)
JUIZ: José Washington da Silva (PE) 
AUXILIARES: Cleberson do Nascimento Leite (PE) e Fabrício Leite Sales (PE)
EXPULSÃO: Eduardo (Bah)
C. AMARELO: Armero, Renê Júnior, Diego Rosa e Zé Rafael (Bah) e Leandro Sobral, Thiaguinho e Nonato (Alt)
RENDA: 
R$ 23.045,00
PÚBLICO: 2.767 pagantes
BAHIA: 
Jean; Eduardo, Tiago, Jackson e Armero; Edson, Renê Júnior e Régis (Renato Cajá); Zé Rafael (Gustavo), Diego Rosa (Juninho) e Hernane.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
ALTOS: Alex Alves; Dos Santos, Vitor Salvador, Marcelão e Thiaguinho (Vagner); Nonato (Leone), Jeremias (Uilliam), Leandro Sobral e Esquerdinha; Manoel e Joélson.
TREINADOR: Francisco Diá

OBSERVAÇÃO: Terceiro jogo do Bahia na Copa do Nordeste de 2017. O Bahia perdeu uma ótima oportunidade de disparar na liderança do Grupo B da Copa do Nordeste após o empate em 0 X 0 com o Altos-PI. Uma “muralha” chamada Alex Alves impediu o Tricolor Baiano de sair do Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, com uma vitória nesta terceira rodada da primeira fase da Copa do Nordeste 2017.

O resultado manteve a invencibilidade dos dois times no Grupo B da copa, além de manter o clube baiano na liderança do grupo com cinco pontos. Enquanto isso os piauienses somaram três pontos resultado de três empates em três jogos, ficando assim na terceira colocação do grupo após esta rodada.


O JOGO


O Bahia começou a partida com maior posse de bola, mas com pouca efetividade no ataque.  Aos 15, Hernane chuta rasteiro para boa defesa do goleiro Alex Alves.


Bahia chega novamente com perigo! Aos 24, Armero vai até a linha de fundo e cruza para boa cabeçada de Hernane. O goleiro se estica e manda para escanteio.


O Tricolor seguia propondo o jogo. Com 26 minutos, Régis cobrou falta no canto, mas o goleiro Alex Alves fez excelente intervenção. 


Insatisfeito com o desempenho do time, o treinador do Altos sacou o meia Jeremias para entrada do atacante Uilliam. O time estava muito recuado, apenas no campo de defesa. 


Após o término do primeiro tempo, uma cena curiosa. Os jogadores do Bahia não foram para o vestiário e reclamaram do calor. Com isso, o descanso aconteceu próximo ao campo. 


SEGUNDO TEMPO


Na segunda etapa o Altos voltou um pouco melhor. Aos 14, Leandro Sobral deu bom passe para o Manoel. O atacante chutou, mas Jean defendeu. 


Aos 21, Diego Rosa arrisca de longe e a bola passa muito perto. A tarde não estava boa para o atacante Hernane. Bastante vaiado durante o jogo, o jogador sequer conseguia dominar a bola com qualidade.


Expulsou! Em contra-ataque mortal do Altos, Manoel recebe livre e arranca em direção ao goleiro Jean. Eduardo prefere derrubar o atacante por trás e acaba recebendo o cartão vermelho de forma direta. Final ALTOS 0 X 0 BAHIA.


VÍDEOS:


FOTOS:


sábado, 4 de fevereiro de 2017

JOGO 4992

PARTIDA NUM.: 4992
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Primeira Fase)



JOGO: Bahia 6 X 0 Bahia de Feira (BA)
DATA: Quarta-feira, 08 de fevereiro de 2017
LOCAL:  Salvador-BA
ESTÁDIO:  Roberto Santos (Pituaçu)
JUIZ: Marielson Alves Silva (BA)
AUXILIARES: Paulo de Tarso Bregalda Gussen e Dijalma Silva Ferreira Júnior (BA)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Juninho Capixaba e Diego Rosa (Bah) e Jonny e Igor (BaF)
RENDA: R$ 29.596.00
PÚBLICO: 3.775 pagantes
GOLS: Gustavo (2), Diego Rosa (2) Allione e Kaynan (Bah)
BAHIA: Anderson; Éder, Lucas Fonseca, Rodrigo Becão e Juninho Capixaba; Matheus Sales, Juninho e Renato Cajá; Allione, Diego Rosa (Kaynan) e Gustavo (Hernane). 
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
BAHIA DE FEIRA:  Rudi; Maicon (Serafim); Jonny, Lucas e Vando Silva (Jair); Cal, Galo, Dio e Eudair; Marclei e Ivanzinho (Igor).
TREINADOR: Quintino Barbosa (Barbosinha)

OBSERVAÇÃO: Terceiro jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2017. Absoluto em campo e diante de um Bahia de Feira limitado, o Tricolor da Boa Terra fez seu papel de favorito e goleou o adversário, em Pituaçu, por 6 a 0. Gustavo, duas vezes, Diego Rosa, duas vezes, Allione e Kaynan marcaram os gols do triunfo do Bahia.

Com a vitória, o Tricolor de Salvador foi aos sete pontos ganhos e assumiu a liderança isolada do Baianão 2017. O Esquadrão de Aço ainda abriu boa vantagem no saldo de gols, com oito positivos.

O JOGO

Sem dificuldade, o Bahia mandou no primeiro tempo e não economizou nos gols. O primeiro saiu logo aos seis minutos.

Allione fez bela jogada dentro da área e cruzou na medida para Gustavo, de cabeça, mandar para as redes e abrir o placar. BAHIA 1 X 0.

Aos 14, foi a vez de Diego Rosa deixar o seu. Juninho Capixaba cruzou rasteiro na área e o meia completou para as redes. BAHIA 2 X 0.

Já aos 41, Gustagol marcou mais um. Mais uma vez dos pés de Allione, cruzamento saiu na medida para o atacante balançar as redes de cabeça. BAHIA 3 X 0 finalizando o placar da primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo teve o mesmo panorama da etapa inicial. Logo aos cinco minutos, o Bahia fez o quarto.

Allione recebeu cruzamento na área, driblou dois marcadores e chutou no canto para fazer um bonito gol, seu primeiro com a camisa tricolor. BAHIA 4 X 0.

Aos 16, o Esquadrão fez mais um. Gustavo cruzou bola rasteira da esquerda e Diego Rosa apareceu para empurrar para as redes e fazer seu segundo na partida. BAHIA 5 X 0.

Aos 33, o Tricolor fez o sexto. Após rebote de Rudi, Éder cruzou na área e o jovem Kaynan completou para fazer o seu primeiro gol como jogador profissional finalizando assim a goleada do Bahia. Final BAHIA 6 X 0.

VÍDEO:

FOTOS: